quarta-feira, 3 de julho de 2013

COPA 2014: Qual o nível de transparência da sua cidade?


O Instituto Ethos divulga os indicadores de transparência dos Estados e cidades que receberão os jogos da Copa de 2014, como parte das ações do Projeto Jogos Limpos. Os indicadores possibilitam a avaliação da transparência da gestão pública, com foco no acesso à informação e na participação social nos processos decisórios. O objeto de análise são as ações públicas (tanto aquelas realizadas pelos governos como as que impliquem o uso de recursos públicos) relacionadas com a realização da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos. Esses indicadores também ajudam a definir parâmetros e referências de transparência para todo poder público.
A apuração dos Indicadores de Transparência dos governos dos Estados que receberão os jogos da Copa 2014 mostra um nível ruim, porém melhor do que a avaliação feita das prefeituras. Dos onze Estados analisados, dois foram classificados com nível muito baixo (menos de 20 pontos numa escala de zero a 100) e quatro ficaram com nível baixo (entre 21 e 40 pontos), de acordo com o apurado pela ferramenta desenvolvida pelo Instituto Ethos para medir a disponibilidade dos dados públicos e o funcionamento dos canais de participação da população nos investimentos dos governos necessários para a realização do Mundial de Futebol.
Os Indicadores de Transparência dos Estados foram lançados no dia 13 de junho, durante coletiva à imprensa no Rio de Janeiro.
O Ceará obteve a melhor nota, com 65,22 pontos, e atingiu um nível “alto” de transparência, seguido de perto por Pernambuco, que teve 63,38. Outros três Estados tiveram classificação de transparência nível “médio”: Bahia (47,77), Minas Gerais (56,2) e Paraná (42,15).
Na avaliação das prefeituras, lançada em novembro de 2012, somente duas cidades ficaram com nível médio: Porto Alegre (48,87) e Belo Horizonte (48,44). As outras dez foram classificadas com nível “muito baixo”, todas fazendo menos de 19 pontos.
Veja as notas dos Estados no Índice de Transparência no link: http://www.jogoslimpos.org.br/transparencias/
O Distrito Federal foi avaliado juntamente com as cidades-sede, razão pela qual não aparece nesta comparação. No levantamento municipal, o DF pontuou 14,29, menos do que qualquer Estado desta avaliação, sendo classificado com nível “muito baixo”.